Relatório de
Sustentabilidade 2014
A
A
×

Contato

×

Avalie este Relatório

Empregados

Manter os empregados motivados e satisfeitos com o ambiente corporativo é fundamental para o sucesso de uma empresa. Ciente disso, a Chesf promove ações para valorizar e aproveitar o seu potencial interno. Em 2014, a empresa fechou o exercício com quadro de 4.587 empregados - 927 mulheres e 3.660 homens. O índice de turnover (giro de entrada e saída de funcionários) foi 2,87%, resultado do desligamento de 52 profissionais e da admissão de outros 211.

Feminino

927

Masculino

3.660

Número total de Empregados

4.587
Número de Empregados por Faixa Etária
18 a 25 anos122
26 a 30 anos275
31 a 40 anos1.206
41 a 50 anos853
51 a 60 anos1.699
> 60 anos432

Taxa de rotatividade por gênero

Feminino0,32 %
Masculino2,55 %

DIVERSIDADE, EQUIDADE DE GÊNERO E ACESSIBILIDADE

O compromisso da Chesf com a promoção da equidade de gênero e raça está expresso nos valores empresariais do Mapa de Planejamento Estratégico da Empresa, que estabelece o “Respeito às pessoas, Justiça e Equidade, Compromisso com a Sociedade, Ética e Transparência e Respeito ao Meio Ambiente” e evidenciado no Código de Ética Unificado das Empresas Eletrobras, que ratifica como princípio de gestão a não discriminação, a eliminação de todos os preconceitos de gênero, raça, etnia, origem social, orientação religiosa.

O Comitê de Gênero e Raça é responsável por implantar iniciativas de promoção da igualdade, previstas no Plano Pró-Equidade de Gênero e Raça. Em 2014, foram realizadas Oficinas de Promoção de Relações Sócio Profissionais Saudáveis e Prevenção de Contencioso Jurídico com participação de profissionais de nível gerencial, do setor jurídico e da área interna de saúde da Sede (Recife) e das Regionais (Salvador, Sobradinho Teresina, Paulo Afonso e Fortaleza).

Nesse período foram registradas duas denúncias, com instauração de procedimento preliminar associadas a discriminação de outras naturezas como humilhação, perseguição pessoal, tratamento arrogante.

Todos os casos foram analisados e as medidas cabíveis foram tomadas de acordo com o rito do regimento interno da Comissão de Ética.

Ao final do ano de 2014, a Chesf contava com 170 empregados com deficiência no quadro de pessoal. Desse total, 128 estão inscritos no Programa de Assistência à Pessoa com Deficiência – PAPD. Para reforçar o apoio da empresa aos funcionários com necessidades especiais, o Comitê de Acessibilidade e Inclusão organizou o Dia Nacional da Pessoa com Deficiência, que teve a realização de oficinas com o tema “Repensando as Diferenças” e palestras para gerentes sobre acessibilidade e inclusão. O evento aconteceu na Sede e nas Regionais de Paulo Afonso, Sobradinho, Salvador, Teresina e Fortaleza.

CRESCIMENTO PROFISSIONAL

A evolução funcional e salarial na empresa ocorre por meio de políticas de administração do Plano de Carreira e Remuneração e do Sistema de Gestão do Desempenho, que considera a avaliação de competências e resultados (metas), independentemente de gênero. A contratação é feita mediante concurso público e segue rigorosamente a ordem de classificação obtida pelos candidatos. A Chesf realiza as admissões de empregados, conforme exigências legais, sem distinções quanto a gênero.

Remuneração entre mulheres e homens em cada categoria funcional
HomensMulheres
Cargo sem nível superior3.938,624.235,74
Cargo com nível superior8.693,957.853,62
Cargo Gerencial16.500,1614.609,91
Percentual de indivíduos da organização em cada uma das seguintes categorias de diversidade
HomensMulheres
Cargo sem nível superior17,617,37
Cargo com nível superior55,511,17
Total - Cargos gerenciais ou Gerência8,35

Para valorizar e aproveitar o potencial interno, a Superintendência de Recursos Humanos (SRH) lançou o Mobiliza Chesf, um programa com foco na mobilidade interna que incentiva o empregado a vivenciar novas experiências por meio de um processo estruturado de realocação de pessoas. Inicialmente, foi realizado um piloto que ofereceu 25 vagas para os cargos de nível fundamental e médio suporte. Das 14 inscrições realizadas, nove resultaram em processos de realocação finalizados em abril de 2015.

Durante 2014 também foi lançado o novo ciclo do Sistema de Gestão do Desempenho, que inovou ao acrescentar o módulo de acompanhamento aos já existentes de planejamento e avaliação. Outra ação importante foi a estruturação do Plano Corporativo de Melhoria do Clima Organizacional (PCMCO) das empresas Eletrobras e da Chesf. As diretrizes foram estabelecidas com base na 3ª Pesquisa Unificada de Clima Organizacional das Empresas Eletrobras, realizada ao final de 2013. A análise do estudo permitiu à Chesf definir ações para trabalhar os fatores com índices de favorabilidade (IF) abaixo de 66%.

Benefícios

Com a finalidade de melhorar a qualidade de vida e o bem-estar de seus empregados, oferece um conjunto de benefícios:

• Assistência Materno Infantil
• Assistência Educacional
• Plano de Assistência Patronal, abrangendo assistência médico-hospitalar, odontológica e demais serviços de saúde
• Reembolso de Medicamentos
• Previdência Privada, por intermédio da Fundação Chesf de Assistência e Seguridade Social (Fachesf).

Para tornar mais eficiente a utilização dos benefícios concedidos, a empresa realizou auditoria que indicou ações necessárias para o aprimoramento de processos e identificação de oportunidades. Como resultado, houve redução significativa no custo do Vale Transporte. A ação foi expandida para 2015 com expectativa de promover mudanças positivas para o empregado em relação a outros benefícios.

SALA DE APOIO À MATERNIDADE

Inaugurada em janeiro de 2014, a Sala de Apoio à Maternidade é uma iniciativa pioneira da Chesf, que proporciona em sua sede um espaço especial para coleta e armazenamento do leite materno destinado a mulheres que integram o corpo funcional da empresa e prestadoras de serviços de empresas terceirizadas.

A sala foi construída dentro de normas técnicas da ANVISA e do Ministério da Saúde, com supervisão da Secretaria Estadual da Saúde e conta com freezer, frascos coletores, poltronas, pia, itens de higiene e uma equipe de enfermagem para orientar as mães sobre amamentação e a importância do leite materno, além de dar dicas de como coletar e guardar corretamente o leite e destiná-lo à doação. O espaço já foi utilizado por 14 empregadas que realizam a estocagem do leite para consumo de seus bebês e disponibilizam também vidros para doação ao Banco de Leite Estadual.

CAPACITAÇÃO E DESENVOLVIMENTO

A Chesf acredita que o investimento na atualização e ampliação do conhecimento profissional traz retorno garantido para seu negócio, ao mesmo tempo em que reafirma seu compromisso de contribuir para o aprendizado de seus empregados. Em 2014, a empresa ampliou em 32% o valor total aplicado em Educação Corporativa, que chegou a R$ 4.179,8 mil. O valor equivale a um investimento médio de R$ 948,02 por empregado. O incremento foi viável devido ao corte de 21% do quadro de pessoal com o Plano de Incentivo ao Desligamento Voluntário (PIDV).

CRESCIMENTO PESSOAL E PROFISSIONAL

A empresa conta com seus empregados para enfrentar os desafios da atual conjuntura empresarial e, para isso, investe em capacitação. Veja os números de 2014:

3.545

Empregados treinados

273.732

Homem/hora treinados

62,08

Número de horas de treinamento por empregado

749

Ações educacionais

154 %
Maior que 2013
Número de horas de treinamento corresponde a 3,23% das horas de trabalho
80,40 %
do quadro de pessoal recebeu treinamento

As necessidades de desenvolvimento dos profissionais em áreas estratégicas da organização são levantadas mediante pesquisas com os gestores, de acordo com o Planejamento Estratégico definido para o período. Em 2014, a Chesf patrocinou 16.288 horas em cursos de longa duração (pósgraduação, MBA, Especializações, Mestrados e Doutorados) para 37 empregados.

Com o apoio do SENAI, são realizados os cursos de NR10 Básico, NR10 Complementar, NR10 Reciclagem Integrada, Operador de Empilhadeira, Formação de Operador de Guindaste, Formação de Operador de Guindauto. Também existem outras ações educacionais de cunho técnico, com foco nos negócios da companhia, como Formação de Operadores, Formação Técnica de Eletricistas e Analistas de Linhas de Transmissão, Regulação da Transmissão de Energia Elétrica e Inspeção em Vasos de Pressão.

INVESTINDO EM PESSOAS

A Chesf desenvolve, em parceria com o SESI, o Programa Vivendo e Aprendendo, que tem como foco os empregados com baixo índice de alfabetização. Com aulas ministradas nas dependências da empresa, dentro do horário de trabalho, em 2014 foram 7.833 horas destinadas aos cursos de Ensino Fundamental e Ensino Médio.

Não existe um programa formal com objetivo de atrair e reter empregados. Entretanto a política de benefícios da Chesf pode ser considerada uma forma de retenção. O Programa de Recepção, Integração e Alocação de Novos Profissionais tem influência direta na retenção de pessoas, já que garante maior adequação dos profissionais às exigências das vagas ofertadas.

Em 2014, foram realizadas ações educacionais para sensibilizar os empregados quanto às questões de Equidade de Gênero na empresa. Entre elas, vale destacar o “2º Prêmio Gênero e Raça”, “A Ética do Reconhecimento: Mais Respeito nas Relações Interpessoais”, “Assédio Moral no Trabalho” e a palestra “Não é Assédio, é Agressão Moral”. Por fim, a Chesf concede exclusivamente aos empregados sem curso superior completo o benefício “Auxílio Educação Ensino Superior”, para participação em cursos de graduação.”.

Até agosto de 2014, a Chesf deu continuidade ao contrato com o CIEE Centro de Integração Empresa Escola, oferecendo oportunidade aos estudantes de desenvolverem a prática orientada para complementação e enriquecimento da formação.

O acompanhamento dos indicadores de educação corporativa é feito trimestralmente, comparando as horas frequentadas pelos empregados com as metas estipuladas no nosso Planejamento Educacional do início do ano. Em 2014, a meta era garantir uma média de 40 horas de ações educacionais por empregado.

INCENTIVO À INOVAÇÃO

Para incentivar a inovação em processos e o desenvolvimento de produtos que tragam valor aos negócios, a Chesf lançou a segunda edição do Prêmio Chesf de Inovação e Melhoria, aberto a todos os empregados em atividade. Foram inscritos 103 trabalhos em três áreas distintas: Tecnologia, Gestão e Nova Ideia. Nove trabalhos foram premiados - três em cada categoria.

ANÁLISE DE DESEMPENHO

A avaliação de desempenho ocorre anualmente para todos os empregados ativos (exceto diretores). Ela faz parte de um processo de Gestão de Desempenho composto por três módulos: Planejamento, Acompanhamento e Avaliação. São consideradas as Competências por Cargo e Metas de Equipe e Empresarial. O processo é subsidiado pelo uso de um sistema informatizado, contando com a participação de avaliados e avaliadores.

Ao final da avaliação, cada empregado fica posicionado em um quadrante final, que localiza a média do seu desempenho em competências e resultados. Para cada quadrante, são indicadas ações de desenvolvimento apropriadas e o processo é concluído com a criação de um Plano de Desenvolvimento Individual direcionado para o desenvolvimento dos Gaps identificados na avaliação de cada empregado.

Em 2014, foi implantado como inovação o módulo de acompanhamento, onde são registrados fatos e dados influenciadores do desempenho, que auxiliem gestores e empregados no momento da avaliação.

Número de empregados que tiveram avaliações de desempenho
Masculino3.307
Feminino889
Total4.196
Percentual de empregados que tiveram avaliações de desempenho, por gênero
Masculino95,90%
Feminino889
Total91,48%

PREPARAÇÃO PARA APOSENTADORIA

Com o Programa de Preparação para Aposentadoria (PPA), a Chesf ajuda os empregados a planejar uma aposentadoria tranquila, considerando os fatores econômicos, sociais e psicológicos. Para quem vai se desligar da empresa, são apresentadas alternativas relativas ao empreendedorismo e trabalho voluntário.

Ao final de cada módulo do programa, os participantes realizam avaliação para levantamento dos aspectos positivos e pontos de melhorias. Instrutores ficam responsáveis por juntar as informações colhidas e apontar em relatório os principais pontos levantados pelos empregados, bem como propostas de melhorias para o PPA seguinte. A iniciativa também aborda em temas relacionados à gestão do conhecimento e busca despertar nos participantes a consciência do seu papel enquanto profissional cidadão.

EMPREGADOS POR CATEGORIA FUNCIONAL QUE PODEM SE APOSENTAR

Cargos com exigência de nível Universitário

PRÓXIMOS 5 ANOS434
ENTRE 6 ANOS A 10 ANOS221

Cargos sem exigência de nível Universitário

PRÓXIMOS 5 ANOS1.999
ENTRE 6 ANOS A 10 ANOS138

Cargo gerencial

PRÓXIMOS 5 ANOS210
ENTRE 6 ANOS A 10 ANOS45

Cargos com exigência de nível Universitário

Empregados que podem se aposentar por região
Próximos 5 anos Entre 6 anos a 10 anos
Região Norte 0 0
Região Nordeste 2.643 404
Região Centro-Oeste 0 0
Região Sudeste 0 0
Região Sul 0 0
Exterior 0 0

SAÚDE E SEGURANÇA DO TRABALHO

O ano de 2014 foi de excelentes resultados no que se refere ao controle de riscos e promoção da saúde dos empregados. As áreas de Saúde e Segurança do Trabalho (SST) registraram os melhores indicadores dos últimos anos, consequência da disseminação de ações inovadoras de promoção do bem-estar, integração, cultura e lazer aos empregados e seus familiares. Os números mostram o sucesso das ações. O Indicador Absenteísmo por Doença ficou em 1,35, bem abaixo do limite tolerável de 1,70. Em relação ao Exame Médico Periódico (EMP), a Chesf ultrapassou a meta de 98%, atingindo o percentual de 99,42% de realização. Na Chesf, 100% dos empregados estão representados por comitês formais de segurança e saúde compostos por representantes da gestão e dos trabalhadores.

Também em 2014 foi lançada a campanha “Esqueci & Não Vi”, para conscientizar os empregados sobre os aspectos comportamentais na prevenção de desligamentos, incidentes, acidentes do trabalho e doenças. As informações chegaram aos empregados de forma lúdica e educativa e por meio de apresentações teatrais em diversas áreas da companhia.

TAXA DE ACIDENTES EM 2014

TFAT = 2,23

frente ao valor limite de 3,53

TGAT = 64

frente ao valor limite de 154

* A Taxa de Frequência Acumulada de Acidentes de Trabalhos Típicos com Afastamento-TFAT registrou o menor valor desde 2003, com a atual metodologia de cálculo deste índice. A Taxa de Gravidade Acumulada de Acidentes de Trabalhos Típicos com Afastamento- TGAT apresentou o segundo menor índice no mesmo período.

A Chesf também fornece Equipamentos de Proteção Individual (EPI) para todos os empregados que estão expostos a riscos de acidentes e ambientais. O monitoramento é realizado por meio de auditorias internas de segurança do trabalho nas instalações e acompanhamento da ficha de controle individual de EPI. Além disso, são realizadas atualizações periódicas e inserções de novas tecnologias de proteção para os empregados.

A Chesf realiza treinamentos periódicos sobre uso, conservação, higienização e periodicidade de troca dos equipamentos de proteção e, por meio dos planos de segurança e de auditorias externas nas empresas prestadoras de serviço, exige e acompanha a adoção das medidas de segurança e de saúde ocupacional de seus prestadores de serviço.

LIVRE ASSOCIAÇÃO

A Chesf não identificou violação ou risco à liberdade dos empregados na formação de Associação ou nas Negociações Coletivas na empresa. Com relação à Gestão ao Direito de Negociação, a empresa dispõe de uma Assessoria de Relações Sindicais e de um Comitê Sindical com representantes de cada Diretoria que trata da gestão junto às Entidades Sindicais. A Chesf atende ao Princípio 3 do Pacto Global, que permite aos seus empregados a liberdade da associação e o reconhecimento efetivo ao direito à Negociação Coletiva.

A empresa divulga esses princípios na intranet e por meio de Notas de Diretoria para os empregados - geralmente no período de negociação com os sindicatos ou quando necessário. Além disso, negocia diretamente com 10 Sindicatos e uma Federação Regional. A Chesf se reúne periodicamente com as entidades sindicais para negociar o Acordo Coletivo de Trabalho e realizar seu acompanhamento. O direito de greve é livre e a empresa dispõe de um Plano de Contingência - um conjunto de ações e procedimentos que criam condições para a empresa manter, com confiabilidade, a prestação de serviços essenciais. Todas as reuniões e o resultado das negociações com os Sindicatos são registrados em ata e publicados no site da Assessoria de Relações Sindicais.

Relação com Sindicatos

A Chesf possui um comitê sindical com um representante de cada Diretoria. Esse comitê se reúne periodicamente com os sindicatos para acompanhar o andamento dos acordos coletivos. A área de Relações Sindicais é a responsável por dar a orientação em tudo o que acontece em relação ao Acordo Coletivo, juntamente com o diretor administrativo da empresa, que participa de algumas reuniões de acompanhamento e das reuniões de fechamento para facilitar a negociação. Essas reuniões acontecem a cada três meses e estão vinculadas ao Acordo Coletivo. Existem dois tipos de acordos coletivos: os locais e o nacional. Hoje são 11 sindicatos – com representante em cada estado do Nordeste em que a Chesf atua – e todos com um bom relacionamento com a empresa.

Desempenho Social
Desempenho Social